Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

LITERATURA - Chick lit com humor inglês
Ter, 15 de Janeiro de 2013 00:00

Sophie Kinsella, autora de Fiquei Com o Seu Número. Foto: D...

(BR Press) - Autora de um dos maiores sucessos do gênero chick lit  – como é chamada a literatura "mulherzinha" – em todo o mundo, a escritora inglesa Sophie Kinsella lança seu mais novo livro no Brasil. Considerado "charmoso e envolvente"  pelo Daily Telegraph, Fiquei Com o Seu Número  (Ed. Record, 464 págs., R$ 39,90), é uma história sobre a dependência quase tóxica que a nossa sociedade tem com o telefone celular.

    O livro conta a história de uma jovem, Poppy Wyatt, que perde seu anel de noivado – e o celular – no dia em que os seus futuros sogros chegam aos EUA. Por sorte, ela acaba encontrando um telefone perdido na lixeira do hotel em que está hospedada, e sai distribuindo o número para todos que possam dar notícias sobre o seu paradeiro.

    Quem não gosta nada da história é o dono do aparelho, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal.

    Com passagem pela lista dos mais vendidos do New York Times e elogiado pela Cosmopolitan, Fiquei Com o Seu Número é mais um sucesso desta autora que, brincando com a obsessão das pessoas em relação ao uso da tecnologia, faz uma crítica construtiva à sociedade de consumo na qual estamos todos, invariavelmente, mergulhados, a ponto de, muitas vezes, colocarmos em jogo nossas liberdades individuais e nossa própria identidade.

    Sophie Kinsella, cujo nome verdadeiro é Madeleine Wickham, nasceu em Londres, em 1969. Trabalhou como jornalista de economia, com especialização na área financeira, até alcançar grande sucesso na carreira de escritora. Seus principais romances são Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (2000), Becky Bloom - Delírios de Consumo na 5ª Avenida (2001), As Listas de Casamento de Becky Bloom (2001), A Irmã de Becky Bloom (2004) e O Chá-de-Bebê de Becky Bloom (2007), todos da série Shopaholic, que foi adaptada para o cinema em 2009, com o nome de Confessions of a Shopaholic.