Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

MARKETING - Campus Party discute 'case' Iron Maiden
Ter, 28 de Janeiro de 2014 16:43

Bruce Dickinson fala de música, marketing e negócios na Ca...

(São Paulo, BR Press) - Bruce Dickinson está acostumado com idolatria, multidão e juventude. Por isso, tirou de letra sua participação na Campus Party 2013, nesta terça (28/01). O vocalista do Iron Maidem mostrou como se faz marketing na escola do rock, no palco #Cpbr7.

    De calça e  camisa social, o inglês cinquentão destacou questões sobre as diferenças entre consumidores e fãs, embora garanta que as marcas precisam se espelhar mais nas bandas. "Se um fã baixa sua músca de graça ele não deve ser tratado como ladrão que está roubando porque ele te ama. Cadeia nele? Isso não faz sentido”, criticou Bruce. 

Fãs

As grandes empresas, segundo o cantor, devem criar fãs e não consumidores. "Se você tem fãs, a tendência é que eles te acompanhem. Mas se a gente vende uma camiseta do Iron Maiden que cai aos pedaços quando você usa, nossos fãs rapidamente se tornam consumidores”, exemplifica.     

Em suma: é preciso cuidado com sua marca.  É preciso descobrir onde está o valor daquilo que você faz. No que o seu negócio é especial. “No Iron Maiden nós temos sorte, ninguém pode ser como nós, mas em outros negócios é mais complicado”. Será que não pode? Bem, de qualquer forma, a banda se esmera em cultivar o relacionamento – e uma simbiose comparada à Apple nos fãs.

Fora do encarte – e do engradado

    O vocalista deu exemplos de “como pensar fora da caixa”. Um dos mais recentes 'cases' foi a cerveja do Iron Maiden. A banda pensou: “Como vamos atrair aqueles caras que ficam ouvindo nosso som em casa? Que ficam assistindo aos nossos shows no YouTube? Que ficam ouvindo nossas músicas em MP3?”.

   A resposta veio de outra pergunta: “O que eles consomem quando fazem tais coisas?” Bebem cerveja. Foi aí que o Iron criou a Trooper, a cerveja premium da banda.“A ideia nunca foi colocar o rótulo ‘Iron Maiden’ numa marca já existente", ressalta Dickinson.

.   Se ele tivesse trazido um quiosque da breja do Iron, teria vendido tudo no calor escaldante da Campus Party – que não se transformpu num show por pouco.