Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Ai Weiwei à brasileira

(São Paulo, brpress) -Exposição do chinês em São Paulo tem obras produzidas no Brasil, como F.O.D.A. e Terezas, na Penitenciária do Tremembé.

(São Paulo, brpress) – Num momento político à beira da histeria, o Brasil recebe a primeira exposição do artista chinês Ai Weiwei, um dos maiores nomes da arte contemporânea mundial e um dos mais subversivos. A mostra Ai Weiwei Raiz vai de 20/10/18 a 25/01/2019, na Oca do Parque Ibirapuera, onde também acontece a 33a. Bienal, até 09 de dezembro. 

Será uma retrospectiva da obra de  Weiwei, marcada por sua luta contra a repressão e a violação dos direitos humanos. A  curadoria será de Marcello Dantas e a maior atração é a obra gigante Straight, que pesa 270 toneladas e tem 70 metros de comprimento – já vista pela brpress em Londres, em 2015 (leia mais aqui). 

Made in Brazil

A novidade é que Raiz, como o nome já entrega, tem obras produzidas por Weiwei no Brasil, em quatro ateliês montados especialmente para a mostra no país, que ele visitou cinco vezes, em 2018. Veio acompanhar a montagem de obras como F.O.D.A. (iniciais de frutado conde, ostra, dendê e abacaxi, que estão na obra), feita no ateliê de São Caetano do Sul, com a participação do Marton Estúdio.

Os ateliês, instalados em em Trancoso (BA), Juazeiro do Norte (CE), São Caetano do Sul (SP) e na Penitenciária de Tremembé (SP). Nesta última, presidiários foram a mão de obra para a realização da obra Terezas, cordas feitas com roupas e lençóis para a fuga. Ai Weiwei já foi preso pelo governo chinês.

Ai Weiwei Raiz 
De 20 de outubro de 2018 a 25 de janeiro de 2019
Local: Oca Ibirapuera  – São Paulo

Ingressos aqui, a partir de R$ 10.