Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Ana e Vitória: balada da geração Y

(São Paulo, brpress) - “É um filme de amor”, diz Ana à brpress, na pré-estreia do longa sobre elas conectado com o comportamento social e sexual dos ‘millenials’. Por Juliana Resende.

(São Paulo, brpress) – Elas têm 20 e poucos anos, emergiram do “Brasil profundo”, começaram a cantar juntas sem pretensões e, ao que tudo indica, têm um relacionamento aberto. As cantoras Ana Clara Caetano Costa e Vitória Fernandes Falcão, da dupla Anavitória, fazem mistério sobre sua vida pessoal e, que já fique avisado: o filme sobre elas, Ana e Vitória, que estreia em 02/08, não esclarece nada sobre isso. “É um filme de amor”, diz Ana à brpress, na pré-estreia em São Paulo, em que elas e elenco compareceram. O filme é uma balada millenial: suave e conectada com o comportamento social e sexual da geração Y.  

Ana e Vitória se abraçam e mostram o carinho e a conexão que uma tem com a outra diante de uma chuva de flashes. A dupla Anavitória é um fenômeno “Sabemos que as pessoas têm essa curiosidade, mas a gente é tímida e prefere manter só pra nós a nossa vida privada”, completa Ana – a parte mais séria e compositora da dupla e, conforme o filme, a decidida sexualmente: ela é lésbica. Vitória é mais avoada e faz a linha mulherão, mas muito doce – na vida real e no filme – e menos fechada a experiências amorosas: vai com menino e menina. 

O filme escrito e dirigido por Matheus Souza, (Apenas o Fim e Tamo Junto), a partir de uma ideia original de Felipe Simas, empresário e “descobridor” das cantoras, traz músicas inéditas e participação da influenciadora digital Clarissa Muller atuando e cantando, do ator e apresentador Caíque Nogueira, crush de Bruna Marquezine na adolescência, entre outros. 

(Juliana Resende/brpress)

Caíque Nogueira fala sobre o filme:

Assista ao trailer de Ana e Vitória: 

Juliana Resende

Jornalista, sócia e CCO da brpress, Juliana Resende assina conteúdos para veículos no Brasil e exterior, e atua como produtora. É autora do livro-reportagem Operação Rio – Relatos de Uma Guerra Brasileira e coprodutora do documentário Agora Eu Quero Gritar.