Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

a cantora Karina Buhr (esq.)a cantora Karina Buhr (esq.)

Meu Nome é Bagdá premiado em Berlim

destaque vai para a atriz Grace Orsato, interpretando a jovem skatista andrógina Bagdá que, junto às amigas enfrenta dificuldades cotidianas.

(Berlim, brpress) – Enquanto o Bolsonaro, conhecido por sua transfobia, tenta destruir o cinema brasileiro, como denunciou a cantora Karina Buhr (esc.), o filme Meu Nome é Bagdá, de Caru Alves de Souza (centro), ganhou o Prêmio do Júri de melhor longa-metragem da mostra Geração, dedicada aos jovens cineastas e aos temas da juventude no 70. Festival Internacional de Cinema de Berlim.

 O destaque vai para a atriz Grace Orsato (dir.), interpretando a jovem skatista andrógina Bagdá que, junto às amigas enfrenta dificuldades cotidianas.

(Colaborou Rui Martins, de Berlim, especial para brpress)

Assista a reportagem da TV Cultura sobre as filmagens de Meu Nome é Bagdá:

Comentários