Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

FOTOS – Robert Mckee dará curso de roteiro em São Paulo. hollywoodroaster.files.wordpress.comFOTOS – Robert Mckee dará curso de roteiro em São Paulo. hollywoodroaster.files.wordpress.com

Roteiro com mestre dos mestres

(São Paulo, brpress) - Robert McKee, roteirista que foi professor de diretores como Peter Jackson e Joel Schumacher, ministra curso no Brasil.

(São Paulo, brpress) – Entre seus alunos, estão nomes como Peter Jackson, Kirk Douglas, Joel Schumacher e Akiva Goldsman. Essa é a referência de formação do professor e roteirista Robert Mckee. E é essa experiência que ele irá passar em um curso que tem início neste sábado (15/05) e vai até terça-feira (18/05), no Teatro das Artes, localizado dentro do Shopping Eldorado. O curso tem o custo de R$ 1.250 e as inscrições podem ser realizadas no site www.mckeestorybrasil.com .

Mackee dará dicas sobre como escrever uma boa história. E já de antemão, ele deixa claro que elaborar roteiros de filmes não é algo fácil e rápido. “O fácil é você descobrir quem não tem talento. Logo nas primeiras linhas, eu já sei que aquela pessoa não tem futuro. Talentos precisam ser lapidados. Eu leio o roteiro e percebo que a pessoa tem potencial, mas que precisa ser aprimorado”

Subjetividade

 Para Mckee, o critério para avaliar um bom filme é tão subjetivo quanto para qualquer outra manifestação artística. “Para mim, um bom filme tem takes que me seguram pela emoção ou intelectualidade e ampliam e aprofundam esse interesse pelas duas horas seguintes. E o final tem de satisfazer o espectador. Mas o que satisfaz cada um, não dá para dizer”.

 Por fim, o roterista rasgou elogios ao cinema brasileiro, mencionando como seus títulos favoritos O Beijo da Mulher Aranha – exibido em Cannes, em sessão cheia e cópia restaurada –, Dona Flor e Seus Dois Maridos, Central do Brasil e Cidade de Deus. “O cinema brasileiro tem grande reputação no mundo. Vocês fazem ótimos filmes. Em Los Angeles e em Nova York ninguém mais fica surpreso quando um filme brasileiro se destaca”.