Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Tony ScottTony Scott

Investigada morte de Tony Scott

(brpress) - Investigação do suicídio do cineasta, que pulou de uma ponte em Los Angeles, vai demorar.  

(brpress) – A investigação sobre a morte do cineasta Tony Scott (1944-2012) vai demorar. É isso que afirma o coronel Craig Harvey, que chefia a investigação, à revista People.
 
    No último domingo (19/08), o diretor pulou da ponte Vincent Thomas, em Los Angeles, nos EUA. O local não era estranho para Scott. A região próxima da ponte foi cenário do suspense Incontrolável (Unstoppable, 2010), último filme dirigido por ele.

Câncer cerebral

    Na última segunda (20/08), o site de notícias ABC News noticiou que Scott teria um câncer cerebral inoperável. A informação foi prontamente negada pela família dele.

    Autópsia, exames de toxicologia, arquivos médicos, depoimentos de familiares e amigos e a análise do conteúdo da carta de despedida encontrada no carro do diretor são as peças da investigação.
 
    De acordo com o site TMZ, algumas pessoas que testemunharam o suicídio de Scott gravaram imagens em seus celulares e agora, as estariam vendendo.
 
     
Novo Top Gun
 
    De acordo com o programa de TV E! News, Scott estava envolvido na pré-produção de seu próximo trabalho, a continuação de Top Gun – Ases Indomáveis (Top Gun, 1986). Ele e o protagonista do filme, Tom Cruise, teriam visitado, na última sexta (17/08), uma base naval em Nevada.

    Scott teve o primeiro contato com o cinema dirigindo o curta-metragem de guerra One of the Missing (1969). Nos próximos 8 anos, ele e o irmão Ridley Scott se dedicaram à produção de comerciais de TV.
 
    Fome de Viver (The Hunger, 1983) marcou a estreia de Scott na direção de longas-metragens. Seu filme seguinte, Top Gun, foi um sucesso de bilheteria, faturando mais de US$ 350 milhões mundialmente e fazendo de Tom Cruise, aos 24 anos, um astro.
 
    Foi a partir desse filme que Scott imprimiu seu nome no cinema de ação, dirigindo outros sucessos como Um Tira da Pesada II (Beverly Hills Cop II, 1987), Dias de Trovão (Days of Thunder, 1990) e Maré Vermelha (Crimson Tide, 1995).
 
    Esta última produção marcou o início da longa parceria com o ator Denzel Washington. Depois eles trabalharam em Chamas da Vingança (Man on Fire, 2004), Déjà Vu (Déjà Vu, 2006), O Sequestro do Metrô 123 (The Taking of Pelham 1 2 3, 2009) e Incontrolável.
 

Comentários

Publicar Comentário