Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

O balé de George Best em campo será incorporado pela cia de dança Maiden Voyage.belfastcity.gov.ukO balé de George Best em campo será incorporado pela cia de dança Maiden Voyage.belfastcity.gov.uk

O melhor do balé de George Best

(Belfast, brpress) - Jogo corporal do maior craque da Irlanda do Norte vai ser revivido no palco, pela cia. de dança Maiden Voyage. Por Juliana Resende.

(Belfast, brpress) – O balé de George Best (1946-2005), o maior craque de todos os tempos da Irlanda do Norte – e talvez de todo o Reino Unido – vai ser revivido no palco, por meio do trabalho da cia. de dança Maiden Voyage, intitulado simples e sabiamente Best. Sediada em Belfast, capital norte-irlandesa, a trupe resolveu transformar em coreografia os movimentos em campo do sensacional jogador que colocou o futebol irlandês no mapa.

O espetáculo é fruto da paixão pelo esporte do coreógrafo escocês Andy Howitt. “O casamento do balé das jogadas com a dança propriamente dita estão intimamente ligados. São atividades corporais e requerem muita apreciação crítica e interpretação”, diz ele. Best vai abordar a vida e as jogadas de George, dos seus primeiros anos no time de Belfast Cregagh até sua ida para o Manchester United, com destaque para a glória na final da Eurocopa contra o Benfica. O craque morreu em decorrência do alcoolismo, em Los Angeles.

Amor à camisa

Venerado na Irlanda do Norte, George Best dá nome ao aeroporto da cidade de Belfast e, segundo Howitt, “ainda permanece incompreendido”. Um dos trunfos do trabalho, ele ressalta, é fazê-lo poder falar de dança e futebol para uma audiência que, geralmente, alimenta preconceitos por ambas as artes. “Trata-se de uma declaração de amor”, diz o coreógrafo.

O espetáculo estreia em 18/02, no Belfast Metropolitan College, e depois segue para as cidades norte-irlandesas de Armagh, Derry, Lisburn, Omagh e Downpatrick.

(Juliana Resende/brpress)

Juliana Resende

Jornalista, sócia e CCO da brpress, Juliana Resende assina conteúdos para veículos no Brasil e exterior, e atua como produtora. É autora do livro-reportagem Operação Rio – Relatos de Uma Guerra Brasileira e coprodutora do documentário Agora Eu Quero Gritar.

Comentários

Publicar Comentário