Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

A modelo Paulene StoneA modelo Paulene Stone

A Swinging London de Brian Duffy

(Londres, brpress) - Proud Central reúne alguns de seus icônicos trabalhos – muitos nunca exibidos ao público –, que remodelaram padrões de ensaios de moda, na mostra Sixties Style: Shot by Duffy.

(Londres, brpress) – O olhar de Brian Duffy (1933-2010) contribuiu para fazer a Swinging London mais vibrante. Por isso, a Proud Central (The Strand Gallery), galeria londrina especializada em fotografia (do grupo Proud Galleries), reúne alguns de seus icônicos trabalhos – muitos nunca exibidos ao público –, que remodelaram padrões de ensaios de moda, na mostra Sixties Style: Shot by Duffy. 

Menos conhecido que colegas da época, como David Bailey e Terrence Donovan, nem por isso Duffy deixou de formar com eles o que era chamado de The Terrible Trio (‘O Trio Terrível’) por outro fotógrafo, Norman Parkinson. O motivo do apelido? As regras que os três criaram e também quebraram. 

Nova mulher 

Nesta mostra, a Proud Central se concentra no provocativo e ainda assim comercial, com destaque para uma nova imagem da mulher incorporada por supermodelos dos anos 60, como Jean Shrimpton  e Pauline Stone. Energéticas, rebeldes e coloridas, estas garotas eram radicalmente diferentes. 

Conforme ia fazendo sucesso na fotografia de moda, Brian Duffy enveredou para retratos de artistas que traduziam o espírito de ruptura com os padrões sociais vigentes, como David Bowie e Michael Caine, além de John Lennon e Jane Birkin. 

Depois desse período de muito sucesso, Duffy se cansou da indústria da moda e decidiu largar a fotografia abruptamente, em 1979. Mas imagens que a  ajudara a chacoalhar o mundo, integrantes do The Duffy Archive, continuam pulsantes e agora podem ser (re)vistas. 

Visitação: de segunda a domingo, das 11h às 18h.

Até 18 de março. Entrada franca. 

Proud Central (The Strand Gallery) – 32 John Adam Street, London WC2N 6BP