Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Bourbon Street Fest incrementa cardápio cajun/créole   

(São Paulo, brpress) - Bourbon Street Music Club vira New Orleans servindo pratos típicos reinventados, como Jambalaya e Gumbo, e drinks especias, como o Tornado.

(São Paulo, brpress) – No parque, na casa, na cozinha. Assim é o Bourbon Street Fest. Pioneiro e um dos maiores festivais de música negra americana no Brasil, chega a 13ª edição com muita música e gastronomia, incluindo shows, com abertura e encerramento grátis no Parque Ibirapuera, dias 23 e 30 de agosto, respectivamente.         

    Na seara gastronômica, é nas mesas do Bourbon Street Music Club onde New Orleans fica mais perto e o público será certamente fisgado pelo estômago. O chef da casa, Luis Fernando Sanguini, preparou pratos típicos e drinks mesclando ingredientes tradicionais da culinária cajun/créole em receitas sofisticadamente adaptadas para o paladar brasileiro, com um toque gourmet.
 
Releituras endiabradas
 
    “São pratos nutritivos e rústicos, levemente condimentados, como o Woodoo Jambalaya e o Gumbo, resultantes da combinação das culturas francesa, espanhola, africana e indígena, que formaram o grande caldeirão cultural da região”, diz Luís Fernando.

    Pimenta, diga-se, tem lugar cativo no prato dos nativos. Mas por aqui, a coisa toda ficou mais light (mas não menos saborosa).

    O chef tomou coragem e mandou ver na licença poética para criar releituras como o Wodoo Jambalaya (paella com frutos do mar, frango e linguiça), que acabou levando arroz negro, do Vale do Paraíba, e o Louisiana Gumbo (ensopado com linguicinha artesanal de javali), cujo quiabo fatiado em pequenas rodelas e grelhado foi reservado ao nobre papel de decorar o prato (na borda) e pode ou não ser devorado junto à iguaria.

Moules

    Se não quiser jantar, pode beliscar. O Dock Side Moules faz a cabeça de qualquer bluesman ou diva soul, com mariscos frescos vindos especialmente de Santa Catarina, cozidos na casca ao molho de vinho, manteiga e ervas, acompanhados por ‘frites’ à perfeição.

    O Salmon Bagel é outra opção ‘al mare’.

Furacões                           

    Para acompanhar, vale brindar toda essa festa inspirada em New Orleans com dois deliciosos drinks preparados pelo criativo  bartender da casa Juan Perea: o Tornado – irmão brasileiro do Hurricane, o mais tradicional drink da cidade, e o Twin Lemon, coquetel tipo caipirinha de cachaça, limão siciliano e taiti, frutas  vermelhas e manjericão.  

    Vale lembrar que o Bourbon Street Music Club já oferece um cardápio especial cajun e créole regularmente, mas durante o festival ganha incrementos aos pratos icônicos. “A casa vai continuar servindo esse cardápio especial depois do Bourbon Street Fest por tempo limitado”, revela o sócio da casa Edgard Radesca.

Enjoy!

Veja fotos de outros pratos e drinks do Bourbon Street Fest no Facebook e Instagram da brpress.