Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Vince Neil ataca diversas personalidades do mundo da música em autobiografia.theaudioperv.comVince Neil ataca diversas personalidades do mundo da música em autobiografia.theaudioperv.com

Desabafo de um Mötley Crüe

(brpress) – Vocalista Vince Neil ataca Sharon Osbourne, companheiros de banda e chama Axl Rose para ringue, em autobiografia Tattoos and Tequila.
(brpress) – Vince Neil, vocalista do Mötley Crüe, resolveu colocar todas as suas mágoas adquiridas no mundo da música para fora na autobiografia Tattoos and Tequila. O livro, com lançamento previsto a próxima quinta-feira (23/09), retrata anos de sexo, drogas, cirurgias plásticas e inúmeras prisões.

O frontman da banda de hard rock dos anos 80, que já vendeu mais de 25 milhões de disco somente nos EUA, ataca Sharon Osbourne, esposa do ex- Black Sabbath, Ozzy Osbourne, critica os companheiros de banda e chama Axl Roses para a luta.

Enojado

Em trechos da biografia o cantor afirma: “Fico enojado ao ver hoje em dia todo mundo bajulando Sharon Osbourne”, que é jurada dos realities shows America’s Got Talent e X Factor. E completa: “Essa é a mulher mais malévola e de ‘merda’ que já conheci”, em referência à esposa de Ozzy, que já teve apresentações abertas pelo Mötley Crüe, em 1984.

“Ele matou um homem em um carro”, declarou Sharon Osbourne, em entrevista ao jornal americano New York Post, na última semana. “Ele também aleijou outras duas pessoas e continua dirigindo bêbado. É por isso que mantinha meu marido longe dele”, disse. O fato a que Sharon se refere ocorreu em 1984, quando Nicholas Dingley morreu em um acidente no carro dirigido por Neil, que estava bêbado.

Banda
Neil, que deixou o Mötley Crüe em 1992 e retornou cinco anos mais tarde, criticou os colegas de banda por não o terem apoiado em relação ao acidente que provocou a morte de Nicholas Dingley, ao qual declarou se sentir envergonhado. 

O livro ainda procura “deixar as coisas iguais” com o vocalista do Guns N’ Roses, Axl Rose. Neil reitera o desafio para uma luta de boxe feita ao cantor, em 1989, após uma briga no backstage do MTV Video Music Awards.

Comentários