Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Johnny Depp: filme contracenando com Amber Heard e  Cara Delevingne em London Fields. Foto: consequenceofsound.netJohnny Depp: filme contracenando com Amber Heard e Cara Delevingne em London Fields. Foto: consequenceofsound.net

Johnny Depp: inferno astral?

(brpress) - Ator, Amber Heard e Cara Delevingne, suposto pivô da separação do casal, poderão ser vistos no filme London Fields, estreando este ano.

(brpress) – Inferno astral? Maldição? Rebordosa de drogas? Loucura de alguém fora de controle? Ou síndrome do Chapeleiro Maluco?  Não se sabe ainda o motivo das alegações de que o ator Johnny Deep – que faz 53 anos em 09/06 – teria agredido fisica e psicologicamente sua ex-mulher Amber Heard, atriz e ex-modelo 23 anos mais nova. Mas o fato se encarregou de deixar mais sombria a estreia mundial do filme Alice Através do Espelho (Alice Through the Looking Glass), na última quinta-feira (26/05). A toca do coelho não contava com este golpe do destino e da mão supostamente pesada de Depp.

Sites de bíblias do sensacionalismo, como o tabloide inglês The Sun, dizem que o motivo da fúria de Depp foi ciúmes da top model e atriz inglesa Cara Delevingne. Ela e Amber – bissexual assumida – são superamigas e andavam juntas desde 2014. Ainda este ano, as duas – e Depp, num papel de menor destaque – poderão ser vistos estrelando o filme London Fields, baseado no livro Campos de Londres, de Martin Amis (edição brasileira pela Editora Rocco). Definido como “diabolicamente divertido”, o primeiro romance do jovem escritor inglês publicado no Brasil, trata da selvageria do submundo, no meio da decomposição da aristocracia britânica. Uma história de amor com gosto de thriller. 

Rolo

A carreira de London Fields começou mal. O Festival de Cinema de Toronto cancelou a estreia do filme, em setembro do ano passado, após o diretor Matthew Cullen apresentar um processo alegando que os produtores do filme acrescentaram “imagens incendiárias” sem a sua aprovação.  O filme foi rodado enquanto Depp estava casado com Amber há cerca de 15 meses. Ela nunca escondeu do ator que transava mulheres e homens. Há rumores de que a atriz estaria chantageando Depp para dar um golpe do baú, e teria dito que estaria disposta a tudo – inclusive mentir em público – para conseguir a parte que lhe cabe do latifúndio do ator. De novo, são especulações, fruto do disse-me-disse em que se transformou o caso Depp-Heard. Seja uma coisa ou outra, Amber está pedindo R$ 72 milhões e R$ 180 mil mensais de pensão no processo do divórcio. 

Nada que afete o bolso do ator mais bem pago do mundo, segundo a revista Forbes, mesmo com menor retorno de bilheteria: a cada dólar que ele ganha, retornam US$ 1,20 para os estúdios de cinema. De acordo com informações da Disney – e para a qual o ator estrela o quinto filme da franquia Piratas do Caribe (Homens Mortos não Contam Histórias, estreando em 2017) –, estúdio também responsável pela produção de Alice Através do Espelho, este filme faturou R$ 820 mil no final de semana de abertura, no feriado prolongado nas bilheterias do Brasil. São números ainda parciais, segundo a assessoria de imprensa da Disney.  

No entanto, é difícil prever o quanto o episódio Amber Heard pode afetar a carreira de Depp e sua escalação para futuros trabalhos. A atriz conseguiu na Justiça uma ordem de restrição temporária, que impede que Johnny fique a menos que 90 metros dela. Ele nega qualquer violência. Amigos e a filha de Depp, Lily-Rose Depp, defendem o ator. Caso as agressões e alegações de Amber de que ele vivia agressivo e chapado de cocaína e álcool se comprovem, podem haver efeitos colaterais na bem sucedida carreira de Depp, além de danos permanentes à sua imagem – considerada um exemplo de celebridade cool, apesar da sua afetação em entrevistas e de uma esquisitice digna de um popstar em conflito com a fama, que parece rivalizar apenas com outro talentoso freak de Hollywood: Joaquin Phoenix. 

Homem invisível

Não que vá faltar trabalho para Johnny Depp a curto prazo. Recentemente (antes do episódio conjugal ganhar manchetes), o ator assinou contrato com a Universal Pictures para estrelar o reboot de The Invisible Man. Parece ironia, mas isso é tudo que Depp queria ser agora: um homem invisível. A história, baseada no clássico do século 19 de H.G. Wells, conta a saga de um cientista que se torna invisível e é parte de um plano da Universal para voltar a lucrar horrores com filmes antigos de monstros e do universo fantástico. O primeiro filme da série monstro da Universal será o reboot A Múmia, estrelando Tom Cruise.

Leia entrevista com Johnny Depp falando sobre seu trabalho no filme Alice Através do Espelho aqui.

Assista ao trailer de London Fields aqui.