Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

James Joyce: personagem Leopold Bloom de seu livro Ulisses deu origem ao Bloomsday.DivulgaçãoJames Joyce: personagem Leopold Bloom de seu livro Ulisses deu origem ao Bloomsday.Divulgação

Bloomsday à brasileira

(brpress) - Brasil tem maior Bloomsday fora da Irlanda, com 24 celebrações da odisséia do personagem Leopold Bloom, no livro Ulisses, de Joyce, em 10 cidades, nesta quinta (16/06).

(brpress) – O Brasil pouco tem de laços com a Irlanda, mas quem diria, sedia atualmente o maior Bloomsday do mundo fora da Irlanda. São 24 eventos em 10 cidades brasileiras, celebrados nesta quinta (16/06), em decorrênca do livro Ulisses, do escritor irlandês James Joyce, que narra a odisséia do personagem Leopold Bloom, durante 16 horas do dia 16 de junho de 1904. A passagem é considerada um dos marcos da literatura contemporânea. Por isso, hoje comemora-se o Bloomsday.

O motivo do boom do Bloomsday à brasileira? Ninguém sabe. Até David Norris, diretor do James Joyce Centre, em Dublin, mandou cumprimentos ao mais carioca dos irlandeses Peter O’Neill, criador e mantendor de uma dos mais completos sites sobre links entre Brasil-Irlanda, o Visite Irlanda, e grande entusiasta de eventos irlandeses em Terra Brasilis. Quanto ao Bloomsday em si, só há uma certeza: é a única efeméride em todo o mundo dedicada a um livro, excetuando-se a Bíblia.

Sempre com um indispensável toque de nonsense, o Bloomsday é comemorado democraticamente pelos amantes da obra de Joyce em pubs nas quatro esquinas do planeta, com diversos eventos oficiais e não oficiais. O que vale é relembrar os acontecimentos vividos pelo personagem de Ulisses pelas 19 ruas de Dublin.

Global

Há controvérsias sobre quando o Bloomsday começou a ser de fato comemorado. Alguns especialistas indicam 1925, três anos após o lançamento do livro; outros afirmam que foi na década de 1940, logo após a morte de James Joyce, enquanto a hipótese mais aceita indica que foi em 1954, na data do quinquagésimo aniversário do dia retratado em Ulisses.

Hoje o Bloomsday é uma efeméride inserida no calendário cultural de vários países, cada vez menos restrita ao fechado círculo dos leitores das cerca de 900 páginas da obra Ulisses. É uma festa que pode acontecer em qualquer lugar onde se leia ou se discuta James Joyce e Ulisses.

Caso você, incauto e intrigado leitor, queira se aventurar pela surreal saga de Bloom, aqui vai o mapa do labiríntico Bloomsday no Brasil:

Belo Horizonte – Celebrado há 21 anos.

Brasília – Celebrado há 4 anos.

Curitiba

Florianópolis 

Natal – Celebrado há 25 anos, este ano com exposição de fotos Irish Landscapes, e de 100 peças relacionadas à obra do multifacetado James Joyce, ambas na UFRN.

Porto Alegre

Rio de Janeiro

Santa Maria (RS) – Celebrado há 18 anos.

São Paulo – Celebrado há 24 anos. Este ano, há eventos na Casa Guilherme de Almeida, Casa das Rosas e Finnegan’s Pub.

Mapa das comemorações aqui.