Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Charlotte Raven: não fosse jornalista seria vocalista da banda Charlotte and Her Kind. Foto: DivulgaçãoCharlotte Raven: não fosse jornalista seria vocalista da banda Charlotte and Her Kind. Foto: Divulgação

Feminist Times lança revista

(Londres, brpress) - Revista feminista britânica Feminist Times é reedição da Spare Rib, publicação icônica do movimento entre os anos 70 e 80. Por Marina Neves.

(Londres, brpress) – Foi lançado, no último dia 03 de outubro, o website da revista feminista britânica Feminist Times. Inicialmente planejada para ser uma reedição da antiga Spare Rib (“Costela de Adão”, em tradução livre), publicação icônica do movimento feminista entre os anos 70 e 80, a revista precisou mudar de nome após ameaças de processo por uso não autorizado do antigo título. A primeira versão impressa está prevista para sair em novembro.

    Editora-chefe da nova revista, a jornalista Charlotte Raven diz que a ideia é “espantar a futilidade do feminismo e torná-lo novamente revolucionário”. Em entrevista ao jornal inglês The Telegraph, ela disse que, nos últimos meses, a equipe teve encontros com feministas, escritoras, poetas e jovens ativistas, que a fizeram lembrar seus tempos de ativismo. “São nossas novas versões, mas com a diferença de terem novos objetivos com relação à causa”, disse.

    Após anunciar o lançamento da publicação em abril deste ano, Charlotte enfrentou disputas com os editores da antiga Spare Rib. Marsha Rowe e Rosie Boycott, fundadores da Spare Rib, leram na mídia que Charlotte estava prestes a reeditar a revista e ameaçaram a jornalista com processos judiciais. Em meio a disputas, Charlotte lançou uma enquete online para encontrar um novo nome, e o título mais votado foi Feminist Times.

Alternativa

    “Minha inspiracão foi mesmo a missão das fundadoras do Spare Rib, de criar uma publicação para mulheres alternativa às revistas tradicionais femininas, que não valorizam gente politicamente comprometida e  trazem basicamente futilidades”.
 
    O website da revista Feminist Times é aberto ao público e não possui anunciantes. Os recursos do novo projeto virão de patrocinadores e membros da publicação. Os membros pagam a quantia mínima de £5 (R$ 18,00) e recebem a assinatura da revista.

(Marina Neves/Especial para brpress)