Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Raquel Welch veste Pierre Cardin, em uma das imagens da expo Future Fashion. Foto: Terry O Neill/Iconic Images

J.C. Penney e Macy’s terão sessões de usados

(Nova York, brpress) - Lojas não escondem que trata-se de uma estratégia não só de sustentabilidade mas para se aproximar de um público que está cada vez mais ligado nas questões éticas e ambientais que envolvem o fast fashion.

(Nova York, brpress) – O anúncio de que as tradicionais e gigantes lojas de departamentos americanas J.C. Penney e Macy´s também vão começar a vender roupas usadas caiu como uma luva no mercado de moda. 

As lojas não escondem que trata-se de uma estratégia não só de sustentabilidade mas para se aproximar de um público que está cada vez mais ligado nas questões éticas e ambientais que envolvem o mercado fast fashion – como é chamada essa moda que pasteuriza e barateia algumas tendências lançadas nas passarelas. 

Com consumidores felizes com a parceria como a com o maior brechó online do mundo, o thredUP, as lojas também esperam vender mais artigos novos. É uma experiência a ser conferida que pode mudar o varejo de moda. Como disse Pierre Cardin, “prefiro as roupas que invento para uma vida que ainda não existe – o mundo de amanhã.” Sua visão, legado e estilo podem ser explorados na exposição Future Fashion, no Brooklyn Museum, em Nova York (até 05 de janeiro, 2020).

Foto: Raquel Welch veste Pierre Cardin, em uma das imagens da expo Future Fashion. Foto: Terry O Neill/Iconic Images