Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Deeder ZamanDeeder Zaman

Folia pernambucana turbinada

(Recife, brpress) - Carnaval Multicultural terá, entre 12 e 16/02, mais de 340 atrações, misturandi Lenine, Otto, Jorge Ben Jor e até Deeder Zaman, um dos criadores do Asian Dub Foundation. Por Jarmeson de Lima.

(Recife, brpress) – O Carnaval do Recife já há alguns anos vem se tornando não-oficialmente o maior festival de música a céu aberto do país. O rótulo não vem à toa, pois os números reforçam esse caráter grandioso da folia recifense. No Carnaval Multicultural 2010, 340 atrações se apresentam em 16 palcos, sendo 8 deles no centro da cidade e mais 8 espalhados pelos bairros da cidade.

E somando-se às agremiações carnavalescas de blocos de frevo, maracatus, caboclinhos, bois, ursos e troças, Recife se torna um palco para mais de 1000 apresentações nos cinco dias de carnaval. Cinco dias – porque a abertura da folia começa oficialmente na sexta-feira (12/02), com a presença de 700 batuqueiros de 17 nações de maracatu que são regidos pelo percussionista Naná Vasconcelos, no Marco Zero.

Frevo

Nesta mesma noite, os foliões verão ainda no palco o grande homenageado deste carnaval, o cantor Getúlio Cavalcanti, que será acompanhado pela Spok Frevo Orquestra, com participações especiais de Elba Ramalho, Claudionor Germano e Luiz Melodia. Para fechar a noite, Zeca Pagodinho.

Há também espaço tanto para artistas que trabalham com ritmos tradicionais do carnaval, como Alceu Valença e Antônio Nóbrega, quanto para o ecletismo de Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Outros que prometem arrastar público cativo é Jorge Ben Jor e NX Zero, que toca duas vezes em palcos na periferia da cidade.

Partido Alto

O fato é que cada noite do Carnaval Multicultural do Recife segue uma linha musical que leva, independentemente das atrações, mais de 50 mil pessoas ao Marco Zero, no Recife Antigo. Após o sábado e domingo, onde a música pop pernambucana reina com os shows de Otto, Lenine e Cordel do Fogo Encantado, a segunda-feira é de samba. Diogo Nogueira e Dudu Nobre vão sacodir o Marco Zero, no melhor estilo Partido Alto.

No mesmo bairro, há poucas ruas de distância, ainda há palcos na Praça do Arsenal, onde famílias se encontram para apreciar os desfiles de Frevo de Bloco e trabalhos mais folclóricos como Geraldo Azevedo, Quinteto Violado e Silvério Pessoa, que, no domingo de carnaval, se apresenta ao lado de Fernanda Takai.

Rec-Beat

Do outro lado do bairro, a juventude em peso vai acompanhar as atrações do Pólo Mangue, que acontece no Cais da Alfândega, abrigando uma Tenda Eletrônica e o festival Rec-Beat.

Entre os destaques da programação do Rec-Beat estão os grupos Cabezas de Cera (México), Madensuyu (Bélgica), Puerto Candelaria (Colômbia), Renegado (MG), Stela Campos (SP) e os recifenses Diversitronica e A Banda de Joseph Tourton.

Com a missão de levar a multidão a dançar pela madrugada adentro até o amanhecer, a Tenda Eletrônica do Pólo Mangue traz neste ano os DJs Zegon (do projeto N.A.S.A.), Nego Moçambique, Criolina e Deeder Zaman, um dos criadores do Asian Dub Foundation.

Pré-Carnaval

Uma das novidades do Carnaval no Recife neste ano é que agora o Recife conta com uma Semana Pré, repleta de atrações, que será inaugurada com o 46º Baile Municipal. A partir do dia 06/02, já rolam shows de cantores, bandas e ainda apresentações de agremiações em diversos polos de animação.

São ensaios de maracatus, desfiles de agremiações e ainda o IV Festival de Caboclinhos, que acontece na Rua da Moeda com 19 tribos convidadas e o IV Encontro de Bois, quando 21 bois farão a festa no Pátio de São Pedro.

Além dos maracatus e ritmos carnavalescos, a Semana Pré no Recife também vai contar com o desfile do bloco afro Ilê Ayê, que vem direto de Salvador para a Praça do Arsenal, no dia 10/02.

Nesta mesma semana, acontecerá a primeira prévia da Noite dos Tambores Silenciosos, no dia 07/02, na Praça do Arsenal. Este é um evento de grande importância simbólica para as nações de Maracatu.

Candomblé

Após os desfiles e apresentações, à meia-noite, os afoxés se silenciam, as luzes se apagam e acontece uma grande reverência às entidades do candomblé. Originalmente, a Noite dos Tambores Silenciosos acontece no Pátio do Terço, na segunda de carnaval. Mas devido ao pouco espaço e à grande procura de turistas, esta será a primeira vez que o evento passa a ter uma edição especial fora de seu local de origem.

Turismo

Com um orçamento previsto para ficar em R$ 29 milhões, sendo R$ 7 milhões captados de patrocinadores e apoiadores, o Carnaval Multicultural do Recife atrai gente de todo o país e já é a terceira opção de turistas estrangeiros.

Se em 2009, o fluxo de visitantes na cidade durante o período do Carnaval chegou a 665 mil, para este ano, a organização espera uma movimentação turística de mais de 700 mil pessoas.

  Programação completa: www.recife.pe.gov.br

(Jarmeson de Lima/Especial para brpress)

Comentários

Publicar Comentário