Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Jesse Harris: talento como músico e produtorJesse Harris: talento como músico e produtor

Jesse Harris: um Grammy e muitas cantoras

(brpress) - Tiê participa do show do músico no Bourbon Street Music Club, depois dele dar uma canja no show dela no Bourbon Folk & Blues Ilhabela.

(São Paulo. brpress) – O músico, cantor e compositor nova-iorquino Jesse Harris já ganhou um Grammy, participou de discos de tanta gente boa e diferente que fica difícil enumerar: de Norah Jones – com quem ganhou o maior prêmio da indústria da música por I Don’t Know Why (2003) – a Vinícius Cantuária; de Maria Gadu a Madeleine Peyroux, Marisa Monte a Cat Power, Feist a Tiê, com quem fez shows em 2014 e repetiu a dobradinha participando do show dela no Bourbon Folk & Blues Ilhabela. A cantora retribui e dá uma canja no show de Harris nesta terça (30/06), no Bourbon Street Music Club.

Jesse Harris lançou mais de 12 álbuns, alguns com sua ex-banda The Ferdinandos. Nos shows no Bourbon Blues & Folk Ilhabela 2015 e no Bourbon Street, conta com a participação do duo instrumental Star Rover – o mesmo que o acompanha no novo álbum No Wrong No Right (lançado em fevereiro de 2015, pela Dangerbird Records).

Este trabalho traz claras referências ao álbum After the Goldrush, de Neil Young. “Uma parte remete ao Crazy Horse (grupo de Young). É um disco de rock”, explica Harris. “Mas temos também aquelas etéreas  canções de folk acústico”. E foram essas que mais impressionaram o público em Ilhabela. O músico chama o Star Rover de um “terceiro elemento” – leia-se o guitarrista Will Graefe e o baterista Jeremy Gustin.

Apesar de estar focado em seu trabalho próprio com o Star Rover, com quem segue para o México depois dos shows no Brasil, Jesse Harris conversou com exclusividade com a reportagem da brpress e adicionou mais nomes interessantes com quem tem colaborado, como produtor e compositor: “Estou produzindo um disco do guitarrista Julian Lage e fiz algumas músicas para a cantora Lizz Wright”, revela.

Rio e Londres

Harris diz que, no momento, não tem nenhum trabalho acertado com artistas brasileiros, mas cita outra nova cantora que adora: a carioca Duda Brack. Falando em Rio de Janeiro, é para lá que ele segue depois do show em São Paulo. “Caí de amores pelo Rio como se eu tivesse vivido lá em vidas passadas”, derrete-se. Foi na Cidade Maravilhosa que ele gravou Sub Rosa (2012), com artistas convidados como Conor Oberst, Melody Gardot, Bill Frisell e, adivinhe, Norah Jones.

Quem perder os shows de Jesse Harris no Brasil pode arriscar vê-lo tocar em Londres, no festival Meltdown, comandado por David Byrne (ex-Talking Heads), acompanhando Petra Haden – mais uma cantora no rol de estrelas que orbitam o universo musical de Jesse Harris.

Veja um trecho do show de Jesse Harris no Instagram da brpress.

Show de Jesse Harris no Bourbon Street Music Club:

Data : 23/06/2015 – terça-feira
Horário: 21h30
Abertura da casa: 20h
Duração: 80 min. aproximadamente
Couvert  Artistico: R$ 50,00
Venda também pelo Ingresso Rápido; (11) 4003-1212

Rua Dos Chanés, 127 – Moema – SP
Bilheteria: Rua dos Chanés 194 – de 2ªf.a 6ª.f das 9h às 20h, sábado e feriado, das 14h às 20h
Fone para reserva: (11) 5095-6100 (seg. a sexta, das 10h às 18h)
Classificação etária: 18 anos e 16 anos acompanhado de responsável
Capacidade: 450 pessoas
Estacionamento/ Valet: R$ 25,00
Aceita todos os cartões de débito e crédito.
Acessibilidade motora
Ar condicionado