Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Lenine encerra turnê ChãoLenine encerra turnê Chão

Lenine traz Chão a SP

(Rio de Janeiro, brpress) - Cantor faz últimos shows da turnê do novo disco nesta terca e quarta (18 e 19/12), a preços populares.

(Rio de Janeiro, brpress) – Tem show de Lenine neste aniversário de SP, no Auditório Ibirapuera, de sexta a domingo. E os ingressos custam apenas R$ 20,00. É um resquício da turnê do novo álbum, Chão, que iniciou em março de 2012 e já passou por mais de 20 cidades brasileiras, além de outros países como Chile, Argentina, Uruguai, França e Itália.
 
    Com direção musical do próprio Lenine, em parceria com Bruno Giorgi e JR Tostoi, o show tem em cena os três num espaço repleto de instrumentos e equipamentos eletrônicos responsáveis por reproduzir os ruídos orgânicos que permeiam nove das dez faixas do disco. Os principais sucessos do pernambucano, Jack Soul Brasileiro, Leão do Norte e Paciência também estão no show, transpostos para esta mesma atmosfera.

Tons de vermelho
 
    O diretor de arte do espetáculo, Paulo Pederneiras, criou um cenário em tons vermelhos, que ocupa apenas o chão da caixa cênica, em contraste com o entorno totalmente negro. Três lâmpadas simples, uma sobre cada músico, compõem a cena.
 
    Para Lenine, levar Chão ao palco é mais do que simplesmente tocar as canções do álbum. A ideia é ambientar o espaço com os sons presentes no disco, como o canto do canário belga Frederico VI, o ruído ensurdecedor das cigarras no verão da Urca, a agonia da derrubada de uma árvore por uma motosserra, entre outros.
 
Orgânico

    Chão é o décimo álbum de carreira de Lenine. Numa evidente opção estética – instigada pelo canto de um pássaro, que invadiu a gravação de uma das faixas – o trabalho revela-se “eletrônico, orgânico e concreto”, com dez músicas inéditas, imersas na delicada intimidade de ruídos sem edição.
 
    “No início, havia apenas a palavra e meu principal significado de chão: tudo aquilo que me sustenta. Chão, quase onomatopeia do andar – que soa nasal, reverbera no corpo todo. É pessoal, passional e intransferível”, conta Lenine, explicando como surgiu a inspiração para o nome do disco e, consequentemente, da turnê.

Ingressos: R$ 20,00 

Sexta e sábado, às 21h; e dom., às 19h.

Auditório do Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, portão 2 do Parque do Ibirapuera; (11) 3629-1075