Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

A foto de Sting que será leiloada para para mandar um piano para Cuba. Foto: DivulgaçãoA foto de Sting que será leiloada para para mandar um piano para Cuba. Foto: Divulgação

Sting reabre Bataclan celebrando ‘a vida’ para honrar os mortos

(brpress) - Antes do show em Paris, dia 12, músico faz dois concorridos concertos em NY, dia 09, e doa foto autografada para mandar piano de Londres para Cuba.

(brpress) – Sting está em turnê europeia de lançamento do novo disco, 57th&9th. Mas não será qualquer turnê. Dia 12, ele reabre a icônica casa de shows Bataclan, onde 90 pessoas morreram nos atentados de Paris, em 13 de novembro de 2015. Os ingressos começam a ser vendidos na terça (08/11), às 7h (horário de Brasília) no site www.bataclan.fr . Toda a renda será doada para as associações Life For Paris e 13 Novembre: Fraternité Verité.

Segundo Sting, “na reabertura do Bataclan, temos duas importantes tarefas para reconciliar. A primeira é lembrar e honrar aqueles que perderam suas vidas; a segunda é celebrar a vida e a música que essa histórica casa representa”. Será o único show de Sting em Paris. Antes, ele faz dois shows em Nova York – ambos no dia 09/11: um no evento iHeartRadio Album Release Party, na AT&T, às 20h, e outro às 23h, exclusivamente para os membros do fã clube do site Sting.com, no Irving Plaza, em que cada ingresso incluirá o download grátis do novo disco, que chega às lojas dia 11/11.

Este segundo show em NY especial para fãs terá também uma banda especial, com cinco integrantes: Dominic Miller (guitarra), o sensacional baterista Vinnie Colaiuta e Rufus Miller (guitarra), com os backing vocals de Diego Navaira e Jerry Fuentes, do grupo The Last Bandoleros. Sting toca baixo e canta. No demais shows – incluindo o de Paris –, a banda que acompanha o músico inglês, ex-baixista da banda The Police, é o power trio Miller-Colaiuta-Miller. 

Piano para Cuba

Sting está envolvido em outro evento beneficente. No Reino Unido, cubanos que vivem no país estão comandando um leilão de uma foto autografada do músico para arrecadar fundos para enviar um piano de Londres para a escola de música Amadeo Roldan, em Havana. O projeto Send a Piano to Cuba (“Envie um Piano a Cuba”) é uma iniciativa do pianista  Eralys Fernandez, com o apoio da ONG Cubanos en UK. 

Apesar de ser uma das mais prestigiosas escolas de música de Cuba, a Amadeo Roldan tem pianos em péssimo estado de conservação e não há produtores nem lojas de pianos de marcas conhecidas na ilha. Vale lembrar que o Conservatório Amadeo Roldán é grátis para todos os estudantes e que qualquer um pode dar um lance no site do leilão da foto de Sting. 

Denúncia na vinícola 

Nem só de flores é feito o currículo de Sting. Apesar de não estar sendo diretamente indiciado, recentemente o jornal britânico The Telegraph noticiou que a vinícola Il Palagio, na localidade de Figline Valdarno, na Toscana, Itália, de propriedade do músico há 25 anos, e onde são produzidos quatro vinhos – entre eles o Sister Moon, que em setembro integrou a lista dos 100 melhores vinhos da revista especializada Wine Spectator –, está sendo alvo de investigação devido a uma denúncia de mão-de-obra semiescrava.

Aparentemente, uma empresa terceirizada mantinha cerca de 40 imigrantes ilegais trabalhando em condições sub-humanas, fazendo uma jornada de 15 horas por dia e pagando menos de quatro euros por hora. Sting declarou não ter conhecimento do fato, estar “angustiado” com a notícia e “ansioso” para que as autoridades italianos levem os culpados à justiça. 

Leia mais sobre a casa de shows Bataclan aqui

Assista ao vídeo da faixa de trabalho de 57th&9th, I Can’t Stop Thinking About You (que lembra muito os tempos do Police):