Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Os Rollings Stones: recauchutada no clássico Exile on Main Street.DivulgaçãoOs Rollings Stones: recauchutada no clássico Exile on Main Street.Divulgação

Stones relança CD com inéditas

(brpress) - Nadando contra a corrente da aposentadoria, sexagenários anunciam relançamento do clássico Exile on Main Street, com edição dupla – e achados do porão. Por Ivan Chagas.

(brpress) – Nadando contra a corrente da aposentadoria de bandas antigas, os sexagenários Rolling Stones, mesmo após quase cinqüenta anos de estrada, não pretendem cessar a carreira do rock’n’roll tão cedo. Como ninguém é de ferro, a banda resolveu ser recauchutada. Bem, de uma certa maneira.  Não estamos falando aqui de cirurgias plásticas no rosto de Mick Jagger, ou uma lipoaspiração em Keith Richards. Segundo assessores do quarteto britânico, o próximo passo da banda é o relançamento de Exile on Main Street, um dos álbuns mais clássicos dos Stones, lançado pela primeira vez em 1972, com edição dupla – e com inéditas.

Som de porão

A transformação do álbum se deve à inclusão de dez canções inéditas da banda, como Plundered My Soul, Dancing in the Light, Following the River e Pass the Wine. A sonoridade do álbum original – gravado no porão de uma mansão francesa utilizada pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial – provavelmente não será alterada. “Eu queria mesmo deixar o álbum praticamente como era. Não queria mudar a bíblia, sabe? O disco continua com aquela sonoridade de porão”, disse Keith Richards, sobre a reedição do álbum.

    Jagger, em entrevista à revista Rolling Stone, afirmou ter concordado com o relançamento por ter encontrado muitas coisas nunca antes vistas dos Stones. “Eu encontrei muitas coisas em meus arquivos, então, adicionei alguns vocais e percussão. Keith colocou um pouco de guitarra, aqui e ali”. Jagger ainda reescreveu a letra de Following the River e fez algumas revisões em outras letras das canções que integrarão Exile on Main Street.

    O “novo” álbum retorna às lojas de todo o mundo no dia 17 de maio – e um dia depois nos Estados Unidos – em três versões: a original, com 18 canções, uma edição com as dez faixas bônus e num pacote que inclui um vinil, um documentário em DVD de 30 minutos e um livro com imagens raras da banda.

(Ivan Chagas/Especial para brpress)

Comentários

Publicar Comentário