Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Karyme Hass: cantora gosta da energia da Viradouro. Foto: DivulgaçãoKaryme Hass: cantora gosta da energia da Viradouro. Foto: Divulgação

Tem Branca na Sapucaí

(Rio de Janeiro, brpress) - Cantora Karyme Hass, mais conhecida no meio do samba do Rio como Branca, é a mais nova integrante da Viradouro.

(Rio de Janeiro, brpress) – Karyme Hass, mais conhecida no meio do samba do Rio como Branca, é a mais nova integrante da Viradouro no Carnaval 2013. A cantora desfila na Sapucaí na sexta (08/02), em lugar de honra, ao lado do presidente da escola, Gustavo Clarão. “Vou vestir a camisa! Gosto da energia da escola”, festeja.
 
    Branca tem sido habitué das rodas de samba e do “santo caldinho” da Viradouro, levada pelo produtor musical Carlinhos 7 Cordas – o mesmo que assina o terceiro e recém-lançado disco da cantora, Barra da Saia. O CD tem participação de Zeca Pagodinho, na faixa-título, e de Jamelão Neto em Raiz Brasileira, canção que mostra bem as qualidades de Karyme “Branca” Hass como cantora clássica de MPB com uma pegada brasileiríssima.

Para sambar

    O disco, independente, ainda traz os ótimos sambas Vou Partir (Nelson Cavaquinho e Jair do Cavaquinho) – em total clima de Carnaval – e Noite da Lapa, composto por Karyme Hass e Carlinhos 7 Cordas, uma deslumbrante releitura de Céu e Mar, de Johnny Alf, além de Peito Vazio, de Cartola (como não poderia faltar) e Elton Medeiros.  
   
Barra da Saia se destaca pela sofisticação dos arranjos (Gilson Peranzetta e Rildo Hora integram o time de bambas) e a classe de Branca – que vem sendo comparada a Clara Nunes. “Só posso dizer que é uma honra, já que sou muito fã de Clara”, desconversa. Pode até ser coincidência o fato de Toninho Nascimento – autor do sucesso Conto de Areia, na voz da diva – assinar Caminhos (coautoria com Toninhos Geraes) , outro samba de porte defendido pela cantora. “Na avenida, vou com um saião todo em branco”, avisa. Vai ser difícil não associar a semelhança.

(Juliana Resende/brpress)

Juliana Resende

Jornalista, sócia e CCO da brpress, Juliana Resende assina conteúdos para veículos no Brasil e exterior, e atua como produtora. É autora do livro-reportagem Operação Rio – Relatos de Uma Guerra Brasileira e coprodutora do documentário Agora Eu Quero Gritar.