Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Dominic Raab e Erika Rey na cozinha de sua casaDominic Raab e Erika Rey na cozinha de sua casa

Mulher do premiê britânico interino é brasileira

(Londres, brpress) - Dominic Raab é casado com a profissional de marketing Erika Rey, de São Paulo, e fala português, assim como os filhos do casal.

(Londres, brpress) – Enquanto o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, segue internado em UTI devido a complicações decorrentes da COVID-19, o secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Dominic Raab, foi indicado pelo partido Conservador como o primeiro-ministro interino, já que Johnson decidiu não ter um vice. Raab é casado com uma brasileira – Erika Rey, de São Paulo – e fala português. 

O casal tem dois filhos, Peter e Joshua, de 7 e 5 anos. Erika Rey é profissional de marketing e trabalha para a Microsoft. O Sun diz que ela deixou seu posto no Google, no começo de 2020. Mas o Linkedin de Erika informa que ela trabalho por oito anos no Google (de 2011 a 2019). Com o nome Erika Rey-Raab também tem um tímido perfil no Twitter

Interesse

Com a súbita  ascensão de Dominic Raab como premiê de uma das economias mais importantes do mundo, jornais britânicos publicaram algumas informações sobre sua companheira e a vida privada do casal. “Minha melhor amiga é casada com o melhor amigo”. 

O Times publicou perfis de Dominic Raab mostrando quem é este até então pouco conhecido político que “quer liderar o país”. E mencionando que sua mulher é brasileira e bonita, foi logo perguntando: “O que lhe deu confiança para conquistar Erika?”

“Bem, eu não tinha nada a perder”, devolve Raab, sorrindo. Talvez seja uma pergunta menos espinhosa que questionar o mesmo sobre o fato de ele ter sido o ex-secretário para o Brexit, a novelesca e complexa saída do Reino Unido da União Europeia.

South American Way 

A reportagem do Times sugere que, por ser brasileira, Erika suaviza a rigidez do marido, filho de refugiados que vieram para o Reino Unido em 1938, fugindo dos horrores do Holocausto, na ex-Tchecoslováquia. 

Erika conheceu o então advogado do Foreign Office (ministério das Relações Exteriores britânico) numa festa, em Londres, onde ela fazia um curso de inglês, em 2002. “Foi atração instantânea”, diz ela.

Ele contesta. “O Brasil tinha eliminado a Inglaterra da Copa do Mundo e eu perguntei se ela era argentina”, lembra Raab. “Quando ela disse que era brasileira, eu falei: ‘Isso é um problema””.

No parque 

  O namoro começou à distância, após Erika ir para Madri por um ano. “A gente se encontrava sempre que dava e, assim, pudemos nos conhecer melhor”, lembra ela, elogiando o romantismo de “Dom”. 

“Ele me levava para piqueniques no Hyde Park e no teatro em Stratford-upon-Avon  [a cidade de Shakespeare]. “Gostei desse jeito doce e muito inglês de ser”, derrete-se a brasileira, que só não se adaptava bem à pontualidade britânica. “Ele sempre me esperava um bocado nos encontros”.

E no Brexit

Ao casar com Dominic Raab, Erika pôde residir e trabalhar no Reino Unido, mas não pôde votar no referendo de 2016, que deu sim para o Brexit. “Eu teria votado pela saída do país da União Europeia, pois acredito que assim as relações com a América Latina e, especialmente o Brasil, podem melhorar”.

Pelo jeito, é só mesmo o futebol que separa o casal. 

(Colaborou Geraldo Cantarino, especial para brpress)