Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Rafaela Mandelli: antítese da prostituta perua em O Negócio. Foto: DivulgaçãoRafaela Mandelli: antítese da prostituta perua em O Negócio. Foto: Divulgação

O Negócio: temporada final

(brpress) - Mesmo tendo alcançado sucesso material e se tornado uma respeitada CEO, prostituta empodrada luta contra o preconceito.

(brpress) – Prostituição também é empreendedorismo. É com esta pegada que  O Negócio, a série brasileira que humaniza três garotas de programa de luxo e produto local da HBO Latin America de maior sucesso internacional e mais longevo, vai acabar. A última temporada estreia em 18 de março, em mais de 50 países na América Latina, Europa e Estados Unidos. No Brasil, vai ao ar às 21h, na HBO. 

A nova e derradeira temporada gira em torno da obstinada Karin (Rafaela Mandelli), que mesmo tendo alcançado sucesso material e se tornado uma respeitada CEO, luta contra o preconceito à prostituição. Em tempos de campanhas contra o assédio sexual e a exploração da mulher como objeto, O Negócio dá pano para manga ao mostrar o empoderamento de prostitutas. 

Trabalho

Karin usa o que aprendeu como prostituta no mundo dos negócios e vice-versa. Ela cria a empresa de “qualidade de vida” Oceano Azul (referência ao best seller A Estratégia do Oceano Azul, livro de cabeceira de startups e empresas de sucesso), tornando o “business” de agenciamento profissional de prostitutas um sucesso sem precedentes. Além do coquetel de riqueza e sexo numa São Paulo que parece primeiro mundo, O Negócio é sobre trabalho.

A personagem de Rafaela Mandelli é a antítese da pura perua. Ela é discreta, introspectiva, focada e hard worker. A atriz de 38 anos e olhos verdes que são sua marca registrada também estará na série Desnude, do GNT, sobre sexualidade feminina, baseada em experiências reais de diversas mulheres e produzida pela Conspiração Filmes. Na Record desde 2007, ela não renovou contrato com a emissora.