Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Punk norte-irlandês no Brasil

(São Paulo, brpress) - Stiff Little Fingers faz único show no país, nesta quinta-feira (11/08), no Clash Club.

(São Paulo, brpress) – A lenda do punk rock norte-irlandês Stiff Little Fingers faz uma única apresentação no Brasil nesta quinta (11/08), a partir das 20h, no paulistano Clash Club. A banda, formada em Belfast, capital da Irlanda do Norte, nos anos 70 (os mais duros dos conflitos entre católicos e protestantes), retorna ao país depois de mais de 10 anos.

Graças aos álbuns Inflammable Material e Nobody’s Heroes, o SLF foi considerado o melhor grupo punk da segunda geração, garantindo seu lugar de destaque ao lado de nomes clássicos do gênero punk rock como Sex Pistols, The Clash, Ramones e Buzzcocks.

O Stiff Little Fingers vem ao Brasil com seu vocalista/guitarrista original Jake Burns, ao lado do guitarrista Ian McCallum, que está com a banda desde 1993, do baterista Steve Grantley, que está com a banda desde 1996, e do baixista Ali McMordie, membro original. Ali tocou com o Stiff Little Fingers de 1977 a 1991, e desde 2006 ele está de volta.

Dedinhos duros

“Não fossem seus ‘dedinhos duros’ (Stiff Little Fingers), ninguém saberia que você estava morta.” Assim era a música Stiff Little Fingers, dos ingleses do Vibrators, lançada em 1977 como lado “B” do single London Girls.

Logo no começo de 77, Jake Burns (vocal e guitarra), Henry Cluney (guitarra), Gordon Blair (baixo) e Brian Fallon (bateria), que formavam uma banda cover chamada Highway Star, foram juntos a um show do The Clash, em Belfast, e saíram de lá inspirados: cortaram os cabelos uns dos outros, mudaram o nome da banda, adotando o nome da música dos Vibrators.

Então, começaram a tocar covers de bandas punk. Em novembro daquele ano, o jornalista Gordon Ogilvie foi a um dos shows do SLF e ficou impressionado. Ele incentivou a banda a compor suas próprias músicas, falando do que eles melhor conheciam na vida – a dureza dos anos de chumbo em Belfast.

John Peel

Depois de 12 dias, Jake Burns apareceu com as músicas Suspect Device e Wasted Life. Estas músicas são as duas primeiras compostas pelo SLF e marcaram o estilo da banda: letras que misturam vida pessoal, política, música que combina a energia do punk com riffs grudentos.

Com a ajuda de Ogilvie, eles lançaram estas duas músicas em seu selo próprio chamado Rigid Digits, com uma tiragem inicial de 350 cópias. Ogilvie enviou uma cópia à Rádio BBC One, para o DJ John Peel, que começou a tocar o disco todas as noites. O interesse criado resultou na distribuição do disco pela gravadora Rough Trade, em toda a Inglaterra.

Alternative Ulster

Um fanzine local, chamado Alternative Ulster, pediu à banda que escrevesse uma música especialmente para um flexy disc (disquinho promocional de plástico flexível). Embora os planos para o lançamento do disquinho tenham fracassado, Alternative Ulster tornou-se o primeiro single lançado pela Rough Trade, em outubro de 1978. Jake disse que era “uma música sobre não ter o que fazer”.

Ela se tornou um clássico do punk rock desde então. E certamente estará no repertório do show.

Ingressos:

R$ 80,00 – pista (inteira promocional)

R$ 60,00 – pista (meia-entrada para estudantes)

R$ 120,00 – camarote (somente pelo site Ticket Brasil e bilheterias do Clash Club)

Pontos de venda de ingressos antecipados em São Paulo:

Doombox – Rua Augusta, 1371 – loja 18 – Tel: (11) 3141-0379

Flame Store – Galeria do Rock – loja 222 – Tel: (11) 3224-8916

London Calling – Rua 24 de Maio, 116, – Tel: (11) 3223-5300

Sick’n’Silly Rock Store – Rua Augusta, 2690 – loja 216 – Tel: (11) 3081-7508

Sick’n’Silly Rock & Tattoo Store – Alameda Jaú, 1529 – Tel: (11) 3081-3899

Venda oficial de ingressos online: www.ticketbrasil.com.br

Site oficial Stiff Little Fingers: http://www.slf.com

Clash Club – Rua Barra Funda, 969; (11) 3661-1500; http://www.clashclub.com.br

Comentários

Publicar Comentário