Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

Courthouse Hotel: marco de estilo, luxo e história em Londres

(Londres, brpress) - Funcionando no magistral prédio da ex-Corte londrina, local não é somente um marco de luxo: destaca-se pelos eventos históricos e hóspedes pra lá de famosos, de Dickens a Johnny Rotten,
Funcionando no magistral prédio da ex-Corte de Londres, o hotel se destaca-se pelos eventos históricos e hóspedes famosos

(Londres, brpress) – Localizado no Soho, a poucos quarteirões da santa trindade em compras e cultura de Londres –  Bond Street, Regent Street e Carnaby Street – e funcionando no magistral prédio da ex-Corte de Londres, o Courthouse Hotel não é somente um marco de estilo e luxo: destaca-se pelos eventos históricos e hóspedes pra lá de famosos.

    Dentre as celebridades que por lá circularam no passado estão Charles Dickens, enquanto repórter setorista na corte do Morning Chronicle, em 1835, e Napoleão Bonaparte, que testemunhou num suposto caso de fraude, em 1847.

Se as paredes falassem…

   Caso as paredes do lugar falassem, haveria muita história para contar. Ali foi julgado o primeiro caso de obscenidade envolvendo quadrinhos do Reino Unido, contra o International Times, em 1971, e o sensacionalista caso das litogravuras de sexo explícito assinadas por John Lennon, em 1970.

    Também Mick Jagger, acompanhado da amada Marianne Faithful!, passou longos dias se defendendo depois de pego em posse de grande quantidade de maconha, heroína e Mandrax (sem contar um revóver Smith & Wesson e uma pistola antiga, supostamente de propriedade de Keith Richards, ambos sem licença). Johnny Rotten foi multado em £40 por posse de anfetaminas, em 1977, e até Oscar Wilde assistiu ao início do caso Queensbury julgado no prédio, em 1895.

    Reminiscências físicas dos tempos de corte ainda estão lá, como os ambientes privados do The Bar (na verdade antigas celas), bancos dos réus no restaurante Silk, além de outros detalhes como as barras de ferro que separam a recepção do lobby.