Acesse nosso conteúdo

Populate the side area with widgets, images, and more. Easily add social icons linking to your social media pages and make sure that they are always just one click away.

@2016 brpress, Todos os direitos reservados.

1,3 bilhão sem acesso à saúde

(brpress*) – Relatório da Organização Mundial da Saúde indica que serviços são caros e contas dos tratamentos contribuem para piora das condições financeiras da população com menor renda.

(brpress*) – Um relatório da Organização Mundial da Saúde, divulgado na última segunda (22/11), aponta que cerca de 1,3 bilhão de pobres em todo o mundo não têm acesso a atendimento de saúde por não poderem pagar pelos serviços. Fato que, de acordo com o órgão, os mantêm na pobreza, pois não podem trabalhar doentes.

A OMS estima que 150 milhões de pessoas tenham problemas financeiros e 100 milhões sejam arrastadas para a pobreza, anualmente, por causa de despesas com a saúde. Além disso, a organização constatou que parte da população não faz exames preventivos por falta de condições financeiras, diminuindo a possibilidade de diagnósticos precoces e chances de cura.

Sugestões

A OMS sugere que os governos separem partes maiores do orçamento para a saúde, recolham impostos e taxem produtos nocivos à saúde, como cigarros e bebidas alcoólicas.

(*) Com Agência Brasil