Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

REINO UNIDO - País continua a atrair investimentos estrangeiros
Seg, 18 de Julho de 2011 16:43

(BR Press*) - O Reino Unido continua a ser o principal destino europeu de investimento estrangeiro direto (IED), atraindo 28 projetos e gerando quase 2000 empregos por semana. Isso reforça o status do país como a melhor escolha de destino para empresas de todos os tamanhos.

O ministro de Negócios do Reino Unido, Vince Cable, reafirmou a importância do investimento estrangeiro na recuperação do equilíbrio econômico. Ele publicou estatísticas que mostram a criação ou efetivação de 94.598 empregos em 2010/2011.

Mais de dois terços desses empregos foram gerados por investidores já existentes. Isso demonstra que empresas que investem no Reino Unido permanecem, crescem e alcançam sucesso, estimulando o crescimento do país.

'Nos trilhos'

Em um ano em que o investimento estrangeiro recupera-se da incerteza global, o Reino Unido registrou um excelente desempenho, atraindo investimentos de 54 países. O primeiro-ministro David Cameron diz que "neste mundo competitivo e globalizado, estamos determinados a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para garantir mais investimento, mais empregos e mais comércio"

Para Cameron, "isso será essencial para colocar a economia de volta nos trilhos, para construir crescimento sustentável em longo prazo e reequilibrar a economia, evitando que nos tornemos dependentes de apenas um setor ou região do país".

Incentivos

O primeiro ministro conservador salienta que sua gestão, em coalizão com o lliberal Nick Clegg, "pode assegurar aos investidores que têm um governo que os apóia plenamente." Cameron continua: "Estamos eliminando impostos corporativos e burocracias excessivas. Nosso plano de crescimento está focado no compromisso com a redução de barreiras, para ajudar as empresas a investir e os negócios a prosperar."

Um 'help'

O UK Trade & Investment (UKTI), departamento do governo britânico que promove o comércio e oferece suporte a empresas interessadas em investir no Reino Unido, tem se envolvido significativamente na construção da competitividade do país, em termos de atração de investimento.

Em 2010/11, o UKTI ajudou a criar quase 50 mil empregos – 6% a mais que no ano anterior. Isso equivale a 136 empregos por dia e 959 por semana. O UKTI tambémajudou no lançamento de 849 novos projetos, o que corresponde a um aumento de 12% em relação aos números de 2009/10.

Em casa

Em seu discurso na UKTI Business Summit, para mais de 100 diretores-executivos representantes dos maiores investidores do Reino Unido, Vince Cable disse: "O Reino Unido tem orgulho de suas conquistas na exportação de produtos e ideias, mas orgulha-se também em trazer para casa novos talentos e tecnologias".

"Com mais empresas escolhendo o Reino Unido para instalar sua sede, em detrimento de qualquer outro lugar, estamos em uma situação vantajosa para capitalizar essas oportunidades", diz Cable. O ministro das Relações Exteriores, William Hague, afirmou: "Investimento estrangeiro sustentado é crucial para manter nossa economia saudável".

Empregos cresceram em uma série de setores, incluindo o de serviços financeiros, tecnologias ecológicas, comércio eletrônico e software e serviços de informática. O maior crescimento foi registrado no setor de serviços financeiros: 212%, sendo que Londres continua a ser o maior centro financeiro do mundo.

Por que Reino Unido?

·         O Reino Unido recebeu investimentos de 54 países.

·        Os EUA continuam a ser a maior fonte de investimentos, gerando 36.424 empregos (um aumento de 15% em relação à 2009/10).

·         O investimento alemão no Reino Unido está crescendo.

·         A Austrália, 7º lugar deste ano na lista de investidores no Reino Unido, gerou 4.344 empregos, um aumento de 458%.

·         A Índia recuperou sua 4ª posição, com aumento de 5% no número de projetos, um total de 97.

·         A Espanha subiu no ranking, ocupando agora a 8ª posição, com o aumento no número de projetos chegando a 47% (56 atualmente) e aumento de empregos gerados em 116% (3.542 atualmente).

·         Os maiores investidores da Zona do Euro continuam a ser a França e a Alemanha, com Suíça e Itália fazendo progressos significativos. Os projetos da Suíça aumentaram para 45 (50% a mais), enquanto a Itália gerou 2.940 empregos (aumento de 210%).

·         O Reino Unido registrou um aumento de 41% em projetos de Tecnologias Ecológicas, resultando em 111 projetos e 4.096 empregos relacionados (de 1.803 existentes anteriormente).

·         O setor de serviços financeiros experimentou o maior crescimento em termos de empregos relacionados: de 5.450 para 17.004 (aumento de 212%).

·         O primeiro-ministro lançou, em novembro de 2010, a Tech City em Shoreditch, Londres, para encorajar o investimento de alto valor agregado em tecnologia no Reino Unido. O lugar abriga agora mais de 250 empresas de crescimento acelerado.

(*) Com informações UK Trade & Investment Brazil.